Loja Online

Twitter Facebook Instagram

Já Experimentaste?

Reabertura do CCVFloresta - faça já a sua reserva! Saiba mais...

Creme com Tradição

Creme com Tradição

Vamos produzir um creme valorizando produtos vindos da natureza, muitos deles produzidos no concelho de Proença a Nova.

A pele é o maior órgão do nosso corpo. Atua como barreira protetora contra microrganismos, regula a temperatura do nosso corpo e é responsável pelas funções sensoriais (tato, pressão, frio, calor, dor…). Por essa razão devemos mantê-la sempre hidratada.

Um pouco sobre cada ingrediente:

  • Azeite: é o óleo da azeitona, é um produto com bastante valor económico no concelho de Proença a Nova. À temperatura ambiente é líquido de cor amarela ligeiramente esverdeado. É rico em antioxidantes, nomeadamente a vitamina E. É bastante hidratante, suavizante, ideal para peles secas e previne o envelhecimento da pele . A vitamina E ajuda a retardar a rancificação dos óleos presentes no creme.
  • Óleo de amêndoas doces: é o óleo extraído a frio das amêndoas doces. À temperatura ambiente é um líquido ligeiramente amarelado. É absorvido facilmente pela pele. É muito hidratante e suavizante, ideal para peles secas.
  • Cera de abelha: provém da apicultura, atividade com grande importância no concelho de Proença-a-Nova. Tem cheiro a mel, pois tal como o nome indica é produzida pelas abelhas melíferas. É insolúvel em água. Como não penetra na pele, forma uma película protetora à superfície da pele impedindo a desidratação. Tem propriedades espessantes.
  • Borato de Sódio: mineral alcalino, no creme tem a função de conservante.
  • Hidrolato de Esteva (Cistus ladanifer): provém da destilação por arraste de vapor da esteva. Tem propriedades regeneradoras para a pele.
  • Óleo essencial de alfazema (Lavandula angustifolia): provém da destilação por arraste de vapor da alfazema. Tem propriedades cicatrizantes, calmantes e regeneradoras para a pele. Tal como o hidrolato vai também dar aroma ao nosso creme.

Material:

  • Azeite
  • Óleo de amêndoas doces
  • Cera de abelha
  • Borato de Sódio (encontra-se nas farmácias)
  • Hidrolato de Esteva (Cistus ladanifer)
  • Óleo essencial de alfazema (Lavandula angustifolia)
  • Balança digital
  • Mini batedor de leite ou batedeira elétrica
  • Material para banho maria
  • Gobelés
  • Taça de vidro
  • Vidro de relógio
  • Varetas de vidro
  • Pipetas de Pasteur
  • Recipiente para armazenamento do creme
  • Colher

Procedimento:

  1. Higienizar todo o material com álcool para evitar a proliferação de microrganismos.

  2. No gobelé adicionar 10.5 g de azeite.

  3. Adicionar ao azeite 10.5 g de óleo de amêndoas doces.

  4. Na taça pesar 4 g de cera de abelha.

  5. Cortar a cera de abelha em pequenos pedaços.

  6. Adicionar a cera ao gobelé que contém os óleos.

  7. Colocar em banho maria até ao ponto de fusão da cera de abelha (cerca de 63ºC).

  8. No outro gobelé pesar 7,5 g de hidrolato de esteva.

  9. No vidro de relógio, pesar 0.3 g de borato de sódio.

  10. Adicionar o borato de sódio ao gobelé que contém o hidrolato de esteva.

  11. Colocar no banho maria até o borato de sódio se dissolver.

  12. Quando a cera estiver no estado líquido retirar do banho maria e adicionar o hidrolato.

  13. Bater com o mini batedor para incorporar ar à emulsão e tornar assim a emulsão mais cremosa.

  14. Quando arrefecer um pouco e a emulsão estiver mais espessa adicionar 10 gotas de óleo essencial de alfazema.

  15. Bater com o batedor até homogeneizar.

  16. Verter para o recipiente de armazenamento.

  17. Colocar data de produção.

Explica/Reflete

O creme é uma emulsão de óleo na água. Constituído por uma fase oleosa, composta pelos óleos e a cera de abelha, e uma fase aquosa, o hidrolato que é maioritariamente água. Mas o que é uma emulsão? É uma mistura homogénea de dois líquidos que não se misturam, dizem-se imiscíveis. Como conseguimos produzir o creme? A cera de abelha juntamente com o borato de sódio funcionam como emulsionante formando assim uma emulsão. O que são emulsionantes? São moléculas com uma extremidade “que gosta de água”,hidrofílica, e uma extremidade “que gosta de óleo”, hidrofóbica, permitindo assim a mistura homogénea entre os dois líquidos imiscíveis. O creme produzido é ideal para peles secas, particularmente mãos e pés.

Um desafio...

Que outros óleos e hidrolatos poderíamos usar para produzir o nosso creme?

Dêem asas à vossa imaginação e partilhem connosco as vossas experiências para info@ccvfloresta.com.


© 2012 - 2021 Centro Ciência Viva da Floresta

Horário de Funcionamento

Terça a sexta das 09h30 às 18h30.

Aos fins de semana e feriados o Centro encerra no período entre as 12h30 e as 13h30.

Horário de Verão
(julho, agosto e setembro)
Terça a sexta das 09h30 às 18h30
Sábados, domingos e feriados das 10h30 às 19h30

O Centro encerra ainda nos dias 24, 25, 31 de dezembro e 1 de janeiro

Política de Privacidade

nota

Contactos

Associação Centro Ciência Viva de Proença-a-Nova
Estrada Nacional 241, nº 97, Moitas
6150-345 Proença-a-Nova
Castelo Branco
PORTUGAL

info@floresta.cienciaviva.pt
Tel.: (+351) 274 670 220
Telem.: (+351) 968 352 095
Fax.: (+351) 274 670 228

Coordenadas Geográficas
39° 43' 59.23'' N
7° 52' 33,85'' W
ver mapa

Risco de Incêndio Florestal

O CCVFloresta tem livro de reclamações online!


Clean & Safe - Turismo de Portugal Clean & Safe - Turismo de Portugal

Rede Nacional de Centros Ciência Viva

Município de Proença-a-NovaCiência Viva - Agencia Nacional para a Cultura Científica e TecnológicaMais CentroQRENUnião Europeia